O projeto

 Nas Alturas da Arte e da Paz é realizado em onze cidades de Minas Gerais neste ano de 2014 com o apoio do Ministério da Cultura

Levar uma mensagem de paz e arte é o objetivo do projeto que circulará este ano por onze cidades mineiras:  Belo Oriente, Betim, Brumadinho, Conceição do Mato Dentro, Ipatinga, Itabirito, Nova Lima,  Paraopeba, Passos, Sabará e Santa Luzia. O projeto Anjo nas Alturas consiste na apresentação artística em comunidades rurais, praças públicas, igrejas do personagem "anjo nas alturas" com recital poético-cênico e trilha sonora. Nas alturas da arte e da paz será apresentado de forma itinerante com a realização de oficinas de arte-educação, de forma a promover a sensiblização por meio das artes.

 

 

Objetivo principal:


Este projeto tem como objetivo integrar por meio da arte, de forma interativa a comunidade e contribuir para ampliação de uma cultura de paz nas comunidades em 11 apresentações e 2 oficinas, contribuindo com a sensibilização artística em 11 cidades mineiras: Belo Oriente, Betim, Brumadinho, Conceição do Mato Dentro, Ipatinga, Itabirito, Nova Lima, Paraopeba, Passos, Sabará e Santa Luzia.


Objetivos específicos:


- Promover a sensibilização pelas artes por meio da realização de performance artística e de oficinas de performance, poesia e musicalização;
- Promover a cultura da paz, através das apresentações artísticas e oficinas;
- Estabelecer nas comunidades um dia de vivência artística como forma de difusão da arte, principalmente para os jovens.

Justificativa:

 

Este projeto é importante por sensibilizar comunidades de 11 cidades de Minas Gerais com o objetivo de promover por meio das artes uma cultura de paz. O personagem "Anjo nas alturas" faz um trabalho de sensibilização das comunidades e desperta por meio da música, teatro e poesia, levando uma mensagem de paz, de união familiar, comunitária e de cada indivíduo em busca de atitudes que tragam harmonia na comunidade.Além da apresentação contribui para este trabalho de sensibilização também as oficinas que serão realizadas com no máximo 50 adolescentes por cidade, totalizando cerca de 500, com a somatória de todos os municípios que receberão o projeto. Cabe ressaltar também seu caráter democrático, já que o acesso as apresentações e oficinas serão gratuitas.

Este projeto é voltado principalmente para jovens, uma faixa etária que é carente de políticas públicas para atendê-las de forma abrangente, portanto é fundamental este projeto que visa atender a adolescentes que estão em busca de identificações e definição de caminhos e desta forma visamos apresentar as artes cênicas, por meio de performances poéticas e também musicalização para despertar neles o gosto e a vontade de praticar.

Conforme defende a teórica em Arte e Educação Pública Maria Inês Mamman Peixoto, no artigo “Arte e educação política: Resistir sim!”, apresentado no IV Fórum de Pesquisa Científica em arte, 2006. "Na arte está consubstanciada a realidade social que é capaz de direcionar o indivíduo a uma compreensão da sociedade e dos elementos que a compõem. É pela ação da sensibilização que a arte demonstra as dimensões sociais, culturais e políticas que são responsáveis pelo dinamismo social. A ação de sensibilização que é apresentada pelo homem torna “assim, o produto do seu trabalho, a obra de arte, simultaneamente, manifesta e é constituída por posições não apenas estéticas, mas intelectuais, éticas e políticas”. E é nesta perspectiva que o projeto Nas Alturas da Arte e da Paz busca contribuir para que os jovens se sensibilizem para a arte diante de um contexto político e social.

 

Ficha técnica:

Márcio César - Coordenador Geral e performer

Brenda Marques  -  Assessora de Comunicação e Arte Educadora

Helen Novais - Diretora artística e arte-educadora  - contato: helen.novais@hotmail.com 

Igor Ribeiro - Músico (violinista)

Luiz Rodrigues - Auxiliar de Produção

 

Downloads:

Apresentação

Boletim

Blitz Cultural